Agenda de Arte e Cultura

Postado por Cidadã FM em 04/nov/2019


Começa hoje uma nova mostra no Cinusp

A mostra PODER PRETO traz narrativas de pessoas negras que tomam para si o poder de tecer a própria história no espaço cinematográfico, incorporando questões identitárias e culturais, mas que não resumem a existência dos personagens à opressão do racismo. Cada filme carrega uma significação diferente de herança e identidade negra, sem omitir implicações políticas de ser um indivíduo negro, mas também celebrando a excelência em conquistar espaços de relevância na cultura ocidental.

 

Sala Cinusp Paulo Emílio

Rua do Anfiteatro, 181

Colméia – Favo 04

Cidade Universitária

São Paulo, SP

 

PODER PRETO

a pequena vendedora de sol + kbela + desaparecidos  são os três a serem exibidos hoje 4 de novembro de 2019 – 16h00 – Cinusp Paulo Emílio

Vamos as Sinopses

 

a pequena vendedora de sol

Sili é uma criança que habita os arredores de Dakar e pede esmolas na rua da cidade. Quando um grupo de meninos a derruba no chão como provocação, a menina, que se locomove com ajuda de muletas, decide começar a vender jornais e passa a confrontar todos os obstáculos que se impõem em seu caminho.

 

O filme do senegalense Mambéty é uma adaptação do conto tradicional africano “Leuk, a lebre” e articula real e fantástico para contar a história da protagonista, num formato híbrido de ficção com inserção de imagens documentais.

 

kbela

Kbela acompanha histórias de transição capilar que manifestam o empoderamento feminino negro através da recusa à imposição de padrões de beleza da indústria de cosméticos.

 

A iniciativa de abandonar os procedimentos de alisamento capilar contribuem pro argumento do filme sobre a emancipação feminina negra. O curta experimental recebeu diversos prêmios em festivais brasileiros e integrou a seleção do Festival Internacional de Cinema de Rotterdam.

 

desaparecidos

Um olhar intimista e delicado sobre cotidiano e o processo de cura de uma mulher negra que perde uma pessoa querida de uma forma covarde.

 

O curta-metragem abriu o 11º Encontro Zózimo Bulbul, no Rio de Janeiro, foi exibido na sede carioca do Tortura Nunca Mais, na 2ª Mostra do Filme Marginal, e têm sua primeira exibição em São Paulo no CINUSP.

Ficha técnica

a pequena vendedora de sol

la petite vendeuse de soleil

 

Senegal/França, 1999, 45’

direção: Djibril Diop Mambéty

 

desaparecidos

Brasil, 2017, 15’

direção: Ana Danddara

kbela

Brasil, 2015, 21’

direção: Yasmin Thayná

 

SESC Consolação Nenê Trio

Rua Doutor Vila Nova, 245 (Consolação)

 

Nenê Trio e Nenê Kinteto

Jazz, Soul, Livre.

 Sinopse: Natural de Porto Alegre, o baterista e compositor gaúcho Nenê chegou a São Paulo em 1966, e logo ficou conhecido por atuar com grupos e artistas como Quarteto Novo, Elis Regina, Milton Nascimento, Hermeto Pascoal e Egberto Gismonti. Em 1982, mudou-se para Paris, onde iniciou sua carreira solo. Retornou ao Brasil em 1995, e fundou o Nenê Trio em 2001. Desde então o artista é destaque frequente em eventos como o Projeto Pixinguinha, o Amazonas Jazz Festival, Festival Choro Jazz de Jericoacoara, Festival de Itajaí, Festival de Curitiba, Goyaz Jazz Festival, Sesc Jazz na Fábrica, entre outros. No show, o músico apresenta o repertório de seus mais recentes álbuns: Verão, que foi gravado com o Nenê Trio, e Pantanal, fruto do seu novo grupo, o Nenê Kinteto. Ambos marcados por uma sonoridade repleta de improvisos, mas fiéis aos ritmos tradicionais brasileiros, além das melodias harmoniosas e sofisticadas.

Local: SESC Consolação (Centro)

Data: Dia 4 de Novembro (segunda). Às 19hPreço: Grátis

Retirada dos ingressos 1h antes da apresentação.

SESC Consolação

Rua Doutor Vila Nova, 245 (Consolação) 

Nossa Agenda